Arquivo por categoria: Da alma, do coração e da mente

fev 12

Sobre gastronomia, pássaros e liberdade.

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6 E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32 Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não …

Continue lendo »

dez 24

Complexo de Israel, favela de Nazaré, ano 1.

Ela era de família pobre. Morava num complexo de favelas chamado Israel, no morro de Nazaré, um lugar dominado por mal feitores. Era adolescente, pobre, mulher. Tinha tudo para ser desprezada e marginalizada. Seu nome era Maria de Nazaré. Um dia, recebeu uma notícia trágica: estava grávida. Na região onde morava, ser mãe solteira não …

Continue lendo »

dez 18

A mulher adúltera e o grupo dos fariseus no Whatsapp

Jesus, porém, foi para a comunidade Vila Marimbondo em Contagem – MG. E pela manha bem cedo, foi até a calçada de uma igreja da região, onde não lhe permitiam entrar. O povo vinha ter com ele, e ele os ensinava. No meio do ensinamento alguém o chama no seu smartphone. Ele abre o seu …

Continue lendo »

nov 30

Sobre a morte do Evangelho, do Teólogo e dos Jovens Pobres.

Hoje é feriado em Brasília, porque é dia do Evangélico. Hoje é dia do teólogo. Ontem a policia assassinou 5 jovens pobres. Qual a relação entre as três frases? Se você não quiser pensar, nenhuma. Pare por aqui e vá ler outra coisa que para você seja mais interessante. Pensar para algumas pessoas, é um …

Continue lendo »

out 09

A parábola do velho rico que jura não ter conta fora de Israel.

Ele chegou sorrateiro para falar com o Mestre. Queria saber se podia dar um jeitinho nos conceitos do mestre para poder justificar os seus atos errados. Era o velho rico. Assim era conhecido, mas pelas suas atitudes poderia ser conhecido por outros nomes. Ele perguntou para o Mestre, como podia fazer para comprar a vida …

Continue lendo »

out 07

O cinegrafista amador, a polícia, a mídia e a (c)omissão de direitos humanos.

Eu entrei de férias e algumas imagens acompanharam minha primeira semana de férias. Uma delas foi a tal filmagem dos policiais que alteraram a cena do crime onde um traficante havia sido morto. Morto não, executado. Essa foi a palavra usada na mídia. Como se morto fosse menos ruim que executado. O cinegrafista amador estava …

Continue lendo »

out 01

Meu pai, o trilho do trem e o texto sagrado.

Quando eu era pequeno eu era muito curioso. Queria saber de tudo. Um dia, vindo de trem com o meu pai, não me lembro de onde, percebi que não havia subidas e decidas no caminho do trem. O trilho era sempre plano. A paisagem lá fora é que parecia subir e descer. Na minha inocência …

Continue lendo »

set 05

desumanização acelerada, na forma de um menininho sem vida.

Na praia, o menininho de camiseta vermelha, cor do sangue não lhe corre mais nas veias, de bermuda azul, cor do céu anoitecendo que ele jamais verá, dorme um sono brutalmente antecipado. Olhando para o menininho, chamado de refugiado, como se de fato estivesse em algum lugar de refúgio, penso nos menininhos (e menininhas) que …

Continue lendo »

ago 16

Perdi a fé.

Eu perdi a fé. Perdi a fé porque ela tinha ser perdida. Perdi a fé nesse “cristo” que hostiliza, que briga com tudo e com todos e para quem nada presta. O “cristo” sem misericórdia. Perdi a fé nesse “cristo” que não espera dos seus seguidores, o compromisso de negar a si mesmo e tomar …

Continue lendo »

Posts mais antigos «

» Posts mais novos