Consciência: mazela humana

ihd

Consciência?
Recorro ao dicionário
Esclareço-me de que é:
substantivo feminino.

Menino!, se é feminina
essa tal de consciência
é difícil e complexa
talvez por isso mesmo
poucos entendem bem
o que vem a ser consciência.

É também faculdade da razão
julgar os próprios atos.
Fica difícil entender
pois de fato, os atos meus
não quero julgar, mas quero os teus
delimitar, esquadrinhar,
definir e punir.

No sentido figurado
sendo o que é sem querer ser
é também sinceridade
e no mundo-falsidade
consciência-sinceridade
é utopia, só mais outra palavra dificil.

Por outra visão
é ação que causa remorso.
No dia que é da consciência
o negro não há que ter
remorso do que o branco fez.
Não, não é remorso
o que de vez define
o que seja ela, a tal da consciência.

Probidade? Honradez?
Talvez seja, talvez não.
Honra de ser quem sou?
Ser Humano como todos
Brancos, índios, amarelos
que vivem os mesmos flagelos
de ser raça humana?
Não! Não pode ser só isso,
nem somente opinião
cuidado, atenção, esmero
não há no dicionário o que quero
para definir o que seja
esta tal de consciência.

E, sendo ela negra
branca, feminina,
masculina, indeterminada,
mal pensada,
dela só posso pensar
é só mais uma palavra
que o homem tratou de criar
para tentar esconder
o que de fato pensa
da sua própria mazela humana.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


9 + = treze