Calvário-Alemão – Boa páscoa?

cruz

O monte do calvário

virou morro do Alemão.

A ceia, o pão, o vinho

deu lugar à solidão.

A coroa de espinho

não fere mais a testa,

mas alguém terminou a festa

De quem era menino

sem, contudo ser Deus-menino.

A mãe que chora o filho

É igual a mãe da cruz

que já não deseja luz

que diziam, vir no fim do túnel.

O império romano

com seus soldados tiranos,

hoje chama-se UPP

com os mesmo soldados insanos.

Os cravos viraram balas;

a cruz virou calçada;

a vida, como antes, destroçada.

A história de dor, sangue e pranto

é quase igual a outra história,

só não é igual no seu final.

O resultado do calvário

é a ressurreição

O resultado do Alemão

é a morte, a dor, a desilusão.

E a boa páscoa garoto?

Essa nunca mais será

Enquanto o império tirano

Julgar que a vida

não deve mais ser vivida

e não deve mais ter valor.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


8 × quatro =