Resgatando o primeiro amor

cubos_gelo-fogo

    Há muito receio quando se fala do apocalipse. Há também muita informação inverídica e deturpada acerca das coisas que lá estão escritas. Por ser um livro que contem muitos códigos que eram dominados pelos leitores da sua época, os leitores de hoje que não dominam esses códigos, preferem não tocar nos assuntos que estão descritos nele. Há um certo medo de desvendar e entender o que lá está escrito.

    A literatura apocalíptica é negligenciada tanto por leitores do antigo testamento, quanto do novo. Há muitos que nem descobriram ainda que há uma literatura apocalíptica no antigo testamento. Se você quiser saber mais sobre Movimento Apocalíptico e Literatura apocalíptica, clique aqui .

    Há muito mais do que textos que predizem o futuro. Quando me perguntam se o apocalipse já aconteceu ou se vai acontecer, minha resposta é: o apocalipse já aconteceu, está acontecendo e vai acontecer.  Acima de qualquer coisa, o apocalipse é uma mensagem de esperança para quem é perseguido por impérios dominantes, por aqueles que são ambiciosos por poder, por aqueles que se deleitam em subjugar, matar, destruir, só pelo prazer de assim fazer. Essa esperança acontece em ciclos de julgamentos, recomeços, novos elementos reconstrutores da fé que assim seguirão até que finalmente experimentemos um recomeço que não terá fim.

    É uma mensagem de esperança, pois tudo que é mexido pelos julgamentos apocalípticos é reconstruído, feito de novo. Há sempre um novo céu, uma nova terra a ser visto, conquistado e vivido.

    As cartas às igrejas falam em síntese que, aconteça o que acontecer, tudo esteve, está e estará sob o controle do Eterno. Quando Ele convida a lembrar do ponto exato onde caímos na nossa caminhada cristã, Ele não o faz na perspectiva de apontar o momento da culpa, mas na certeza de que quando nos lembramos de onde caímos, somos levados busca e à prática do primeiro amor.

    Lembrar nos remete a duas atitudes: gostar do que se lembrou e continuar ou não gostar e modificar. A escolha será sempre nossa, sabendo que toda mudança produz marcas que ficarão para a vida toda.

    Nele, que nos faz capazes de lembrar, modificar o que está errado e viver o primeiro amor.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


quatro − 2 =