A humanidade do sofrimento: eu não nasci para sofrer, mas posso aprender com o sofrimento.

images

Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu. Tempo de chorar, e tempo de rir; tempo de prantear, e tempo de dançar; Eclesiastes 3: 1 e 4

Cada vez que escuto ou leio “você não nasceu pra sofrer, não aceite isso!!”, fico pensando como alguns lideres religiosos são prepotentes.

Por qual motivo não diz ao cristão “absorva o que tiver de bom nessa experiência e tente aprender com ela”?

Assim que eu vejo os obstáculos. E não é possível que algumas pessoas ainda acreditem que tudo de errado é obra do capeta e que elas “nasceram pra prosperar”. É de indignar essa distorção. Às vezes a situação é reflexo dos próprios atos, mas a realidade que “você não nasceu pra sofrer” é tão encrustada em sua mente, que a pessoa não consegue mudar, nem aprender.

Se você também acha que é filho de Deus e não nasceu pra sofrer, reflita sobre o motivo da sua existência, ainda que com pouquíssima propriedade sobre o tema, tenho certeza que a dor, a tristeza e os obstáculos fazem parte da HUMANIDADE e estão ai para ENSINAR. Existe momento pra tudo, inclusive pra chorar. A menos que você se considere acima da humanidade, mas dessa forma você seria o quê, semi deus?

Aceite, agradeça, sabedoria é dom divino, peça a Ele e nenhuma situação difícil será pior do que realmente é, ela terá o tamanho que tem de ter. E nisso se encaixa que nenhum peso é dado pra além do que se consegue carregar.

E lembre-se: bom ou não, tudo na vida tem uma razão pra acontecer.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado.


× 5 = trinta cinco